Reviews

LES BALLETS TROCKADERO DE MONTE CARLO: MAIS DO QUE HOMENS EM TUTUS E PONTAS

Helena Moreira, Espalha Factos, Lisbon
Posted on

Os Les Ballets Trockadero de Monte Carlo regressaram a Portugal e o Espalha-Factos não pôde deixar de marcar presença no primeiro dos cinco dias de espetáculo no Centro Cultural de Belém.

Swan Lake, Don Quixote Pas de Deux, Esmeralda Pas de Six, Dying Swan e Raymonda’s Wedding foram os momentos interpretados nesta noite, num repertório clássico que, apesar da da sua vertente mais cómica, se mantém fiel no estilo, guarda-roupa e movimento.

Quando as luzes do auditório se apagam, espera-se a usual introdução. No entanto, o texto preparado apela logo à gargalhada, a começar pelas gracinhas com os nomes das bailarinas supostamente russas, como Jacques d’Aniels, Tatiana Youbetyoubootskaya e Helen Highwaters.

Uma hilariante apresentação de O Lago dos Cisnes inicia este espetáculo de quase duas horas. Os Les Trocks, nome pelo qual são carinhosamente conhecidos os bailarinos desta companhia, trazem para o palco uma técnica e naturalidade perfeitas.

Mais do que dançar em cima de umas pontas

Andar em pontas é um equilíbrio difícil e inacessível para muitos. Ainda mais para um homem, por questões anatómicas e de relação entre peso e força. Mas para estes talentosos bailarinos esta parece uma tarefa bem mais simples.

A subtileza e os gestos delicados, comuns neste tipo de dança, são reproduzidos de forma admirável nos corpos musculados, dentro de maillots e tutus. Por momentos, conseguimos mesmo esquecer-nos de que em palco estão apenas homens, tal a leveza e rigor com que dançam e ‘piruetam’ em pontas.

Read more